Poesia : Os Gears

29/04/2011 12:51

 

Os Gears

Joguemos fora os nossos gears
Que se tornaram Silenciosos.
Fiquemos só com os novos,
Apelões e radiosos.

Guardemos apenas os Permanentes
que a cada 1 mes virá.
Ajudar o Time ao absoluto.
Quanto ao resto, podemos derrubar.

A quem gostam ou desgostam
e se enroscam, flexuosamente,
No fundo do Subterraneo

São os embrulhos sucessivos
De nossos gears Explosivos
Que não aguentam, e ja querem derrubar.
By : Sulmas